sábado, 10 de julho de 2010

Copa e Coração



Amanhã a Copa chega ao final e, pesar de não gostar de futebol e ter deixado bem claro aqui minha aversão a essa euforia que tomou conta do país este mês, preciso dizer que a Copa do Mundo tem um significado especial para mim, um significado bem diferente do que para o restante do mundo.

Essa é a minha segunda Copa com ele ...E esse ano, no dia do aniversário de beijo (que eu sempre considerei a data oficial de aniversário de namoro) eu ganhei uma vuvuzela dupla (pois sim, eu gosto de fazer barulho) e um cartão de scrap comemorativo dos 4 anos de namoro (o da foto), e sinceramente, eu não podia ter recebido nada melhor.

Nosso aniversário de beijo foi no dia 25, data do jogo  Brasil X Portugal...4 anos atrás era Copa de 2006, Inglaterra e Equador se enfrentaram ao meio-dia,  Portugal e Holanda às 4 da tarde e eu encontrei com ele por volta das 6, num shopping que viraria nosso point favorito. Fazia frio, jantamos um sushi (não o melhor sushi) ele respingou molho shoyo no meu casaco branco, me mostrando que ainda ia me divertir muito com as desastrices dele (uma vez ele conseguiu derramar catchup no meu cabelo recem escovado...e eu ri). Coversamos durante horas. Na época não passava na minha cabeça namora-lo, nem beija-lo, nem tocar na mão, na verdade na época eu estava bem avessa à relacionamentos Ele era amigo, mais um amigo-homem, dentre tantos. Depois de tanto bate-papo, tantos casos, besteiras e enfim, resolvemos assistir Tristão e Isolda (e hoje lá no fundo eu sei que ele só topou esse filme porque já estava mal super bem intencionado, hoje eu sei que se dependesse dele teriamos visto Ong Back 2 - filme mais sangrento e briguento ever)...não precisa dizer o que aconteceu né?!

O restante da Copa de 2006 foi lá em casa, entre pão-de-queijo, filmes, e muito muito muitoooo namoro na sacada. Só bem depois da final, quando a Itália venceu a França, já quando era público e notório os coraçõeszinhos que voavam ao nosso redor quando estávamos juntos é que ele disse com todas as palavras, num inicio da madrugada, em um jardim abarrotado de cravos amarelos, tendo a lua por testemunha, que sim, eu era a namorada dele.
Esse ano, ele me surpreendeu quando chegou aqui em casa com esse cartão lindo de 4 anos e 2 Copas. :-)

O Brasil não ganhou, eu nem gosto de futebol, mas nada disso importa porque, por mais que o dia-a-dia não seja cor de rosa, por mais que eu não consiga chamar os passarinhos para me ajudar na faxina com um assobio como faz a Branca de Neve, eu vivo meu conto de fadas particular, e meu principe, não tem cavalo branco, mas tem o nome de um dos personagens mais romanticos da literatura..é o meu herói, meu Romeu .
E sabe quando você olha pra alguem e sente orgulho, amizade, tesão, paixão, admiração e um amor que te aquece? Pois é...

Essa Copa foi encantada, feliz, vivi o junho mais apaixonado de todos.
4 anos depois posso afirmar sem medo que ele é a pessoa que eu amo e que me faz feliz e que tudo parece tão novo, que quando ele chega perto de mim, ainda sinto aquela cócega no estomago que senti quando ele segurou na minha cintura pela primeira vez e fez o mundo girar devagarzinho.

Me perdoem se o post parecer piegas, eu sei que todas as cartas de amor são ridiculas...mas hoje, com  o coração pululante, eu tenho que dizer aos 4 ventos que posso não ter sorte no jogo, mas no amor quebrei a banca, levei o jackpot.!

9 comentários:

Losille disse...

Ah, que história mais querida! <3
Felicidades ao casal ;)

♥ ÉriS ♥ disse...

é carol a 2 posts tudo parecie legal... mas nao deu certo, acabou de vez dessa vez... odeio fim de relacionamento

Alice Voll disse...

Cara, já tem esse tempo todo?
Meldels como o tempo passa rápido, gente!
Tá vendo, no fim de tudo vc achou um significado proprio, unico e significativo!
nada piegas, o amor é lindo!

Karine disse...

Aaaaiii, Carol!!! Que belas palavras!!! Que belo post!!
Só e feliz aquele que vive um verdadeiro amor. E você traduziu seu sentimento de tal maneira que um discreto sorriso apareceu no meu rosto.
E sim... O amor e piegas! E dai? Quem não quer viver de pieguices?

Karine disse...

Minha querida, havia postado antes, mas deu um errinho e não sei se você chegou a receber meu comentário! Mas, como é tão bonito o que foi dito aqui por você que acho que vale a pena escrever uma vez mais no teu post!!!


Carol, lindas palavras! Um post belo e emocionante de ler que arrancou um sorrisinho meu de "oh, que lindo!" enquanto eu lia!
Infeliz é aquele que não encara a "pieguice" do amor para viver feliz ao lado de quem ama, não é mesmo??!! O amor é cafona sim, é brega mesmo!!! Mas, e daí?! Tem coisa mais bonita do mundo do que mostrar aos 4 ventos de que você é feliz com teu Romeu???
Parabéns, Carol, por mostrar-nos o quão brega você é! E que tua cafonice sirva de orgulho para um post mais e fazer-nos sorrir ao lê-lo e lembrar-nos de que é bom ter sangue correndo na veia e sentir cócegas quando nos tocam na cintura!
E que viva muitas Copas ao lado do teu herói, fazendo-te sorrir cada vez que te espirra qualquer coisa no cabelo escovadinho!!!
:)

Danieli Zimmermann disse...

Oiii
tudo bem?
li teu post do chaveiro e to até agora rindo hauahuahua
mto boa tua descrição de um caos
beijos

Cih_colorex disse...

Nhaaaa! Depois deste post eu vou correndo ligar para o meu bofe e dizer coisas bonitinhas! Muito fofo! Sou mega romântica e adoro posts assim, Cá!
Kiss

Lu Barreto disse...

Que post lindo! Que muitas copas cheias de amor venham pra vcs. E que continue especial como essa que passou.Bjs.

Loma Sernaiotto disse...

Aiii que história linda a de vcssss! Super romance, super fofaaa! Ameeei! ♥