domingo, 31 de julho de 2011

Links legais da semana #5

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Eu li: Feios

Não lembro bem quando foi a primeira vez que vi esse livro a venda, mas o certo é que foi "atração a primeira vista". Não sei se pela capa, ou se pelo título, mas sei que fiquei intrigada embora não tenha trazido de imediato para vir morar na minha estante.
Daí que esse mês, enquanto todo mundo se jogava nas liquidações fashions, eu corri na livraria e arrematei alguns livros que estavam na minha wish list há algum tempo (depois mostro todos em um post de comprinhas), aproveitei a promoção e, entre outros, comprei Feios, na Leitura, por R$ 9,90 (imperdível né?).
Mas, vamos ao livro
- conteúdo retirado da capa do livro -
Em um mundo de extrema perfeição, ser normal é feio.
Séculos depois da destruição da civilização industrial em um apocalipse ecológico, a humanidade vive em cidades-bolha cercadas pela natureza selvagem. Lá, Tally Youngblood é feia. Não, isso não significa que ela é alguma aberração da natureza. Não. Ela simplesmente ainda não completou 16 anos. Em Vila Feia, os adolescentes ficam presos em alojamentos até o aniversário de 16 anos, quando recebem um grande presente do governo: uma operação plástica como nunca vista antes na história da humanidade. Suas feições são corrigidas à perfeição, a pele é trocada por outra, sem imperfeições ou – nem pense nisso – espinhas, seus ossos são substituídos por uma liga artificial, mais leve e resistente, os olhos se tornam grandes e os lábios, cheios e volumosos. Em suma, aos 16 anos todos ficam perfeitos.
Tally mal pode esperar pelo seu aniversário. Depois da operação, vai finalmente deixar Vila Feia e se mudar para Nova Perfeição, onde os perfeitos vivem, bebem, pulam de paraquedas, voam a bordo de suas pranchas magnéticas, e se divertem (o tempo todo). Seu único trabalho é aproveitar muito. Mas, enquanto espera que as poucas semanas até completar 16 anos passem, Tally precisa se distrair.
Uma noite, ela conhece Shay, uma feia que não está nem um pouco ansiosa para completar 16 anos. Pelo contrário: Shay pretende fugir dos limites da cidade e se juntar à Fumaça, um grupo de foras-da-lei que sobrevive retirando seu sustento da natureza.
Para Tally, isso é uma maluquice. Quem iria querer ficar feio para sempre, ou se arriscaria a voltar para a natureza e queimar árvores para se aquecer, em vez de viver com conforto em Nova Perfeição e se divertir à beça? Mas, quando sua amiga desaparece, os Especiais, autoridade máxima deste novo mundo, propõem um acordo com Tally: unir-se a eles contra os enfumaçados ou ficar feia para sempre. Tally, porém, acaba se envolvendo em uma conspiração e descobrirá que, por trás de tanta perfeição, se esconde um terrível segredo.
Sua escolha irá mudar o mundo para sempre.

Li Feios em 4 dias noites. É o tipo de livro que me faz colar fita crepe nas pálpebras para que elas não fechem.
No início confesso que, assim como a Ana Carô, achei a Tally uma chata. Torcia para que ela escorregasse da pracha voadora mas, depois de muito desejar esfregar a cara feia dela num muro de chapisto (ando tão malévola) ela me conquistou e fiquei feliz com a mudança de atitude (uma hora tinha que mudar né? pelamor)
O ambiente é pós apocalíptico, nós morremos há 300 anos e a forma como os personagens do livro se referem a nossa geração me fez pensar bastante na nossa sociedade atual. Somo os "enferrujados".

Tudo se passa em um mundo futurístico, há pranchas voadoras como meio de locomoção (e eu não conseguia não pensar no surfista preateado durante toda a narrativa dos voos), nanocola, purificadores de água capazes de transformar xixi em água potável (ecat), anel de interface e mais um monte de tecnologias do gênero.
Diferente do que eu pensava, Feios não aborda tão somente a ditadura da beleza, vai mais além, trata do respeito a escolhas, critica o desperdício e o consumismo desenfreado, trata do controle político, do acesso a informação, da alienação em massa, do avanço tecnológico que afronta a ética.
Terminei de ler a última página do livro querendo correr até a livraria mais próxima e comprar o segundo volume da série: Perfeitos, mas o relógio marcava 3h30 da madrugada e em BH não há livrarias 24h.
Sim, o fim é surpreendente e te deixa alucinado para saber o que vai acontecer. Recomendo!

Como eu disse, Feios é o primeiro livro de uma série escrita por Scott Westerfeld que é composta por Perfeitos, Especiais, e o ainda não publicado no Brasil, Excepcionais. Todos entraram para a lista de best sellers do NYT (mas essa coisa de best seller me faz lembrar aquele post da Dani, então, relevem essa informação)
No blog da @frioli há as capas de Feios no mundo (achei bem legal)

terça-feira, 26 de julho de 2011

#PlayNow: Julian Bensé

Um dos idiomas que mais sou apaixonada é o Francês e minha paixão pela lingua vai além do encantamento por Paris ( je t´aime).
Gosto do som das palavras pronunciadas, dos filmes, das músicas... Não é a toa que o meu filme favorito é francês (Le Fabuleux Destin d´Ammélie Poulain - br: O Fabuloso Destino de Amélie Poulain), Le Valse d´Amelie é inclusive meu ringtone atual. Enfim, adoro a cultura francesa.
Daí que esses dias chegou até meus ouvidos a voz de um novo representante do folk-rock francês e a partir daí ele não sai mais da minha playlist.

Bensé (pronuncia-se bon-cê com um biquinho no final, s'il vous plaît) é de Nice, se formou em Direito mas sempre foi pouco dedicado aos estudos, a música é sua grande paixão. Depois de formado (2002) saiu de Nice e foi cantar em pequenos  bares parisienses, depois de muitos shows em pequenos bares assinou contrato com a Universal Publishing e depois com a Naïve Records (a gravadora da Carla Bruni diva)
Seu primeiro album foi gravado em 2008 e se chamou "Album", esse trabalho foi inspirado na obra Cem Anos de Solidão de Gabriel Garcia Marquez e, mostra a vida como um album de fotos da familia, cada música é como se fosse essa coletanea de momentos, de fotos, enfim.
O single que captaneou nesse album foi Au Grande Jamais

 
Bensé tem como influencia musical Bob Dylan, Cat Stevens, Bruce Springsteen, Neil Youg e Nino Ferrer. Algumas músicas me lembram as baladinhas de Los Hermanos, e há pitadas de Jack Johnson, sei lá se estou falando besteira, mas é sentimento e isso é pessoal (:. Sabe aquela batidinha gostosa de ouvir na praia, numa viagem, num dia relax?!...então. Minha preferida é Dans Ma Soucoupe



E também tenh ouvido bastante Buvons



Celui-là tem seu encanto também




Quem quiser ouvir mais Bensè aqui tem uma lista de reprodução bem legal no Youtube


domingo, 24 de julho de 2011

Links legais da semana #4


Em geral eu destaco 5 links que achei navegando por ai durante a semana, mas nesta em especial, achei tanta coisa legal que foi dificil selecionar apenas 5, então escolhi 7 e aí estão eles:

sábado, 23 de julho de 2011

How Do I Look?*


Precisa avisar que algo mudou por aqui??
A verdade é que, apesar de achar bem bonito, estava enjoada do layout antigo.
Então aproveitei a madrugada, (sim a madrugada!) para fazer essa roupinha nova. Claro que antes procurei alguem que entendesse do rabiscado para fazer as honras por aqui, mas a primeira pessoa que procurei não faz mais layouts por encomenda, a segunda me cobrou os olhos da cara e a terceira, bem...tô esperando a resposta ainda. (:
Não aguentei e seguindo as dicas daqui e daqui fui mudando. Deu um trabalhoooo e quase que desisto, mas no final gostei do resultado e tô toda feliz por ter conseguido.
Os links dos blogs agora ficam numa abinha independente, usei buttons para linkar, e aqueles blogs que não tinham buttons eu fiz, então corre lá e me diz se voce gostou do que eu fiz pra você. Se você não está linkado me avise nos comentários tenho certeza que falta gente!
O que falta arrumar vai sendo ajeitado aos pouquinhos.
Gostaram??

PS: a imagem deste post é minha, então se for utilizar dê os créditos
*O título do post é uma referência ao programa homônimo da Discovery apresentado por Finola Hughes

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Da morte.

A primeira vez que a morte me avisou de sua existencia foi no inicio da década de 80. Eu era tão pequena que talvez tenha pensado que morrer era uma escolha, assim como viajar. Naquele momento não vi toda a solenidade que a presença dela provoca e talvez isso tenha me deixado na zona do conforto de ignorar que ela de fato existe.

Anos depois o aviso foi contundente. Em 1991 ela deixou bem claro: a morte existe, é triste, e acontece para todos. Nesse ano ela levou minha vó que sempre morou conosco, ajudou na nossa criação, compartilhou toda uma vida até ali.
Naquele ano em vi e vivi as solenidades da morte, o fechar de olhos, a escolha do caixão, as flores, as velas, a madrugada gelada que se atravessa até o momento da despedida do corpo. Lembro do perfume que eu usava, das cores do dia, do café quente servido, do entra e sai das pessoas, do céu, do choro, das palavras do padre. Lembro das cabeças de leão que ornavam o caixão.
Essas lembranças me são muito cruéis, não só porque marcaramo desaparecimento terreno de uma pessoa importante em minha vida, mas sobretudo porque ali me ficou claro que a morte existe.

Depois deste, em outros momentos a morte ficou lembrando-me da sua implacável existencia,e ao levar uma colega de faculdade me deixou claro que seus critérios de escolha não obedeciam idade nem tampouco momento de vida. E menos de 24horas antes ela estava ao meu lado, tirando xerox de uma apostila, na manhã seguinte estava deitada num caixão, flores amarelas e brancas ao redor do corpo, toda uma tristeza suspensa no ar. Crise de asma fatal.
Um pouco antes de vir pra BH estive em outra triste solenidade de despedida do corpo e novamente todos os detalhes me marcaram, novamente ali estavam as flores, as velas, o choro, o cheiro dela no ar, o céu, e olhos cerrados para sempre.

A morte me faz lembrar de toda a transitoriedade da vida, dos pequenos "fins" diários, e, principalmente da contradição vivenciada dia-a-dia, a cada minuto.

Eu não sei para onde vão as pessoas que morrem e, dependendo da religião que você siga, talvez elas estejam todas num "plano superior", no "céu" ou sei lá onde mais...e uma coisa é certa, você nunca sabe qual será seu ultimo momento ao lado dela. Elas partem e os que ficam aqui nesse mundo cada dia mais material, vão vivendo sob o ópio que nos faz esquecer o grande mistério da existencia, o porque de tudo.

Ontem eu recebi a notícia de que uma pessoa muito querida tinha ido para o outro plano, desencarnou, morreu. Era um senhor já mais velho, pai de uma amiga, ambos advogados. Já o conheci doente, as mãos atrofiadas mas um sorriso perfeito, uma alegria no olhar, uma vontade de viver e, principalmente, uma atuação intensa no trabalho.
Sofreu meses até finalmente partir.
Hoje pela manhã tentei fazer como se fosse um dia normal, e lá pelas tantas me arrumei para ir à despedida.
Sai de casa, mas antes que o elevador chegasse ao térreo, eu desisti.
As flores, o cheiro, os olhos cerrados, as vozes em oração, o céu, as velas, todas essas solenidades de morte me fazem mal. Talvez eu seja do tipo de pessoa que não vá a enterros, à velórios e acabou de descobrir que talvez eu seja daquele tipo de pessoa que nem gosta de pronunciar essas palavras.
Mas o fato é que, se pessoalmente eu não estava lá para testemunhar o triste descer do caixão, todo meu sentimento e vibrações pela familia são sinceros e presentes.

A melhor lembrança a guardar não são a do rosto pálido, das mãos cruzadas sobre o peito, a melhor lembrança é a do sorriso vivo, dos olhos brilhando, do aperto de mão caloroso, das brincadeiras, a voz festiva, a presença amiga.

Hoje tô meio diferente, é a morte que veio me lembrar sua existencia novamente e mais uma vez veio tirar do convivio alguem que deixará saudade aos que ficam.

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Esmaltes da semana: Blant e Risquè

Foi difícil escolher qual o primeiro esmalte da Blant a usar dentre tantos que a Bia me enviou. Mas o Procurando Eu Achei parecia gritar (#alucinações) no meio dos outros e ele foi o eleito.
Fiquei encantada com a cobertura e com a facilidade da aplicação. Pensei que por ser ( )muito / ( ) bastante / (X) super-mega-hiper brilhoso, ia ser dificil limpar os cantinhos, mas que nada...foi tranquilo não só limpar os cantinhos como tira-lo depois. #NoStress
com luz natural


na sombra

 Ele é um azul com fundo cinza, ou um cinza azulado, ou um azul acinzentado ou...que inveja de quem sabe descrever cor. Mas enfim, ele é azulado com um brilho que não considero nem glitter nem holográfico. A superfície da unha não fica lisinhas mas também não fica arranhando tanto quanto muro de chapisco.
Apesar de ser bem chegay não achei limitativo na composição dos looks e até arrisquei colocar uma roupinha mais clássica com ele, para quebrar o efeito. Ficou moderninho.
Não sei se todas sabem mas essa coleção da Blant (Blogs do Cerrado) foi feita em "homenagem" à alguns blogs de esmalte e o Procurando Eu Achei é um deles.

 
Ontem troquei e passei a única cor que me encantou na coleção Cine Risquè, da Riquè (dãããã), o Nunca Fui Santa. Não consegui captar bem a cor, mas uma coisa tenho certeza: não é [apenas] vermelho.

É quase um coral pois tem um pingo de laranja nele. Achei um pouco parecido com o Make Mine Mango (920) da Revlon que mostrei aqui,
Esse esmalte é lindo demais e estou completamente apaixonada por ele.
A Luiza Gomes do Eu Capricho foi quem melhor conseguiu captar a cor desse danado.

E vocês, qual o esmalte da semana??



quarta-feira, 20 de julho de 2011

Dia do Amigo


É hoje.
Dia de celebrar aquele elo invisível e gratuito que faz você ficar acordada ao lado de uma pessoa enquanto ela passa a noite em claro com dor de cotovelo.
É o dia de quem - de verdade - está ao seu lado na alegria e na tristeza.
É hoje o dia.
Li a pouco no Twitter que de acordo com uma pesquisa científica 150 é o número máximo de amigos que uma pessoa pode ter.
150?
Até Roberto Carlos (o Rei) queria ter 1 milhão de amigos, mas de verdade, pare um pouco...quem de verdade está ao seu lado em todos os momentos?Certamente não são aqueles cento e tantos contatos do seu Facebook. E amigo não é esmalte...pode ser um só, o que vale é a presença dessa figura na sua vida.
Amigo mesmo é raro, por isso se guarda do lado esquerdo do peito, dentro do coração, diria Miltom Nascimento.
Se para o cargo de namorado a fila anda, para o cargo de amigo não.Todos são únicos e se a vida os leva para longe, a vaga fica vazia, ninguem mais preenche. Outros amigos virão, verdadeiros, parceiros, talvez até mais solidários e companheiros...Mas o lugar daquele que, bem ou mal, se foi, fica, o modo de sorrir, as conversas, o consolo, a palavra certa, a cumplicidade.

Só um amigo te conhece de verdade, só ele sabe te ver por trás da maquiagem. Só um amigo fala a palavra certa no momento certo mesmo quando aquilo parece ser sem sentido demais.

Amigos são capazes de sentir sua energia a quilometros, oferecerem o colo, te fazerem sorrir.
Na vida liquida que levamos, onde o que havia ontem já evaporou, é difícil manter relacionamentos tão próximos, tão gratuitos, tão puros. Por isso amizade deveria se chamar amor, nada é mais forte que isso.

E hoje é dia deles, 1, 2, 5, 150...não importa a quantidade, importa só a intensidade do bem que essas pessoas nos fazem.
Feliz Dia do Amigo!

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Andei Assistindo #9: Encontro Explosivo

Taí um filme que superou todas as minhas expectativas

ENCONTRO EXPLOSIVO

Sinopse: Roy Miller (Tom Cruise) é um agente que guarda consigo uma bateria especial, que jamais descarrega. O objeto é cobiçado pelo governo dos Estados Unidos, que enviou o agente Fitzgerald (Peter Sarsgaard) para obtê-lo, e Antonio (Jordi Mollà), um perigoso bandido espanhol. No aeroporto Miller usa June Havens (Cameron Diaz) para passar a bateria pela alfândega. June deseja apenas chegar o quanto antes para participar do casamento de sua irmã e, devido à pressa, consegue transferir seu voo para o mesmo de Miller. Só que no voo estão vários agentes destacados para eliminar Miller e recuperar a bateria, a qualquer custo. (Fonte: Adoro Cinema)


Lembro de Tom Cruise e Camerom Dias divulgando o filme aqui no Brasil, mas nada na divulgação me motivou a ir ao cinema. Pra mim seria mais um filme no estilo O Procurado: com a mocinha dando tiros e acertando o alvo a quiloooometros de distancia recheado de efeitos Matrix; ou, ao contrário, seria um inspired de As Panteras: com Camerom mandando bem no gatilho e nos socos e pontapés, ou aindaaaa...um encontrinho romantico de dois fodões agentes secretos tal qual Sr. e Sra. Smith mas...NÃO, o filme não é nada de nenhum desses outros filmes já manjadinhos.
A mistura entre ação e comédia é tão bem dosada que que é difícil não se divertir durante os 109 minutos. Não é comédia romantica, não é comédia pastelão, é uma aventura gostosa recheada de ação e (tchrããããmmm) comédia, com uma pitadinha de romance, mas um romance caricaturizado, dá pra gente sentir o que a Cameron sente: aquele friozinho na barriga, aquele gostinho de uma aventura romantica com um cara naturalmente sedutor.



A química entre Cameron e Cruise é deliciosa, perfeita e gostaria de ver o casal em outros filmes.
Claro que as cenas do flme são bastante exageradas, contrariam todas as leis da física e tudo o que a gente sabe sobre gravidade, mas é aí que está a graça.


E, na cena em que June e Roy estão em Sevilha (ou será que é em Pamplona?), em uma perseguição frenética no meio dos touros na festa de São Firmino, lembrei muito da Karine. (:


Enfim, está a fim de um filme divertido, cheio de ação e cenas hilárias?? Que tal Encontro Explosivo ?


domingo, 17 de julho de 2011

Links legais da semana #3


  1. Se tem uma coisa difícil nessa vida é mudar, e quando essa mudança significa colocar fim em um relacionamento que está fadado ao fracasso essa dificuldade só aumenta, afinal, tudo o que envolve sentimento é mais delicado. E, se na dor, todo mundo é igual todo mundo acaba vivendo todas as fases do fim do amor.
  2. Adoro ficar olhando a embalagem dos produtos e amei ver essas versões de embalagens de produtos famosos com a embalagem mais "limpa", com menos detalhes, minimalista.
  3. Colar com comidinhas, com motivos ligados aos games, tudo isso estou cansada de ver pela net a fora, mas pingentes do fantástico mundo dos leitores compulsivos é novo pra mim, e sinceramente, apaixonei! Quero jhá!
  4. E falando em coisas nerds, geeks (não gosto desses rótulos massss...) tem como não amar as fotos das férias do Darth Vader?!
  5. E pra quem curte guardar uns vidrinho de requeijão, nutella, azeite (oi!) e depois não sabe o que fazer com eles, aqui tem inspirações muito bonitinhas.

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Dando noticias - com fotos! (:


Sumida??
Quem??

Às vezes tenho a impressão que dormi no domingo e quando acordei já era sexta-feira. E foi exatamente assim essa semana que passou.
Fim de semestre é loucura para 99.9% das pessoas e eu estou na estatística. Até porque tenho encarado o fim do semestre como o "fim do ano",  isto é, é um novo ciclo que se incia não?!
São 15 dias para fazer o saneamento do que vivi até aqui e preparar para uma nova etapa.

Tive umas noticias que me tiraram o chão, como por exemplo: o concurso para o qual eu estava estudando 7 horas por dia em média, foi suspenso pelo Tribunal de Contas...Rapadura é doce mas não é mole não. E aí que enquanto meu irmão aposta na Mega Sena, eu estudo para concurso, dá quase na mesma.

Mas o post não é para contar os #mimimi da semana, mas sim o que andou de LEGAL acontecendo do lado daqui do monitor.

Na segunda-feira recebi uma caixinha dos correios, quando li o remetente já abri o sorrisão...
Minha amiga Bia me enviou, lá da Capital Federal, carinho em forma de cor...Esmaltes da Blant. Gente! Quantro brilho! Tá, eu tinha enviado uma lista dos meus objetos cintilantes de desejo, e ela arrasou me enviando tudo. É amor demais para uma pessoa só.
Assim que fizer "azunhas" mostrou aqui... a drag queen que vive em mim grita!

Falando em Bia , ela tá de blog novo! Passa lá! XD


Estão vendo a trança da mocinha ai de cima??
Soluções felizes para quem não tem o cabelo comprido (e olha que, no caso dela, não é por opção não!)
Fui ao shopping e levei a pequena Lá que, ao me ver de trança, correu pro closet e escolheu essa blusa by Ronaldo Fraga para filhotes. Achei o máximo? Oi, tem tamanho mulher balzaca adulto?

E o que a gente foi fazer no shopping...
Bem....


Festinha a fantasia de final de semestre na escolhinha, responde?
Taí a minha cinderela e o Pablo do Backyardigans ali atrás.
Gente, porque no meu tempo não tinha festa a fantasia no ultimo dia de aula heim?
Enfim...
Foi mega divertido
E, como boa tia que sou, fiquei a madrugada fazendo 2 centos de docinhos e foi inevitável não lembrar da Cih

Não comi nenhum! Juro!

Enfim, de férias, os dois danados.
O que fazer com eles? Sinceramente idéias não me faltam mas, com essa minha nada mole vida, é dificil executá-las.
Só tenho tido tempo de madrugada e dormir virou hábito de luxo...Minhas olheiras são testemunhas.

E falando em madrugada, foi durante uma delas que resolvi satisfazer uma vontade antiga: assistir O Poderoso Chefão.

De cara fiquei apaixonada pelo filme, nos primeiros 20 minutos já senti que é do tipo de filme que te prende do início ao fim.
Adorei a festa de casamento da filha de D. Carleone e tudo o que ia acontecendo "nos bastidores".
Mas o TCM não colaborou, está com leganda, som e imagem desincronizado e é muito muito chato assisti ao filme inteiro assim, então só tive uma opção...
Pois é, comprei o box com a trilogia.
Em épocas de Harry Potter, meu coração é totalmente d´O Poderoso Chefão.
Em outro post falo do filme.


Faz um tempo que decidi evitar comprar coisinhas infantis, de personagens de desenho animado e coisas afins (como se isso fosse possível), mas essa resolução não resistiu à ida ao McDonald´s essa semana

Pois é, a "surpresa" do McLanche Feliz dessa vez são os Smurfs. Tem 8 deles: Papai Smurf, Smurfete, Fominha, Apavorado,Ranzinza, Arrojado, Desastrado e o Gênio que veio morar aqui em casa (:
Taí um filme que estou anciosa pela estréia. Adoro os Smurfs, eles marcaram a minha infancia.

Ah, e hoje o Gênio até recebeu visita
A Angelina Bailarina e a Smurfete são da pequena Lá (juroooo!)

Pois é, os pequenos Lu e vieram me fazer uma visitinha no primeiro dia de férias, e rolou fotinha pro blog especialmente para vocês que foram super carinhosas nos comentários desse post.

tremida e desfocada porque quem disse que eles param por 1 minuto?

Então é isso. (:

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Andei Assistindo #8: Onde Mora o Coração


Quando vi o anuncio desse filme no Cinemax uma pulguinha de curiosidade me mordeu.
Afinal, era Natalie Portman num filme que eu nunca tinha ouvido falar, com um trailler todo cheio de cenas bonitinhas. Um filme despretencioso e com um unico objetivo: tocar o coração de quem assiste. E não é que tocou ?


Sinopse: Novalee Nation (Natalie Portman), 17 anos e grávida, nunca teve uma família de verdade. O mais próximo que já esteve de uma família foi com seu namorado egoísta, Willy Jack (Dylan Bruno), com que está viajando rumo a Califórnia. Quando chegam em Oklahoma eles fazem uma parada para ir ao banheiro e, quando Novalee retorna, não encontra mais Willy, que havia se mandado. Sozinha e sem dinheiro algum, Novalee ronda uma loja da Wal-Mart que estava por perto, surrupiando comida e suprimentos de suas prateleiras. Até que ela entra em trabalho de parto em plena loja e dá a luz a uma criança ali mesmo, tornando-se ambas personalidades instantâneas. Agora, Novalee conhece novos amigos e passa a fazer parte de uma não-convencional família, que irá ajudá-la a se transformar de uma adolescente sem-teto para uma forte mulher de sucesso. (Fonte: Adoro Cinema)


O filme é incrível, suave, delicado, cheio de sensibilidade e emoção. É um drama, mas não daqueles sofríveis e que te fazem querer pular pela janela, não. É um drama que nos mostra que o coração é um imã: você atrai para sí o que guardar dentro dele. Isso todo mundo já sabe, mas não custa relembrar.
Natalie Portman está excelente no papel de adolescente grávida, não imagino outra atriz para interpretar Novalie. E, sinceramente, acho que esse se tornou o meu filme preferido dela.

O filme foi lançado em 2000 mas não lembro de ter sido divulgado (ou será que fui abduzida e o filme passou batido por mim na época?).

Além de Natalie Portman, completa o elenco Ashley Judd, Joan Cusack (irmã de John Cusack) e James Frain  (o Thomas Cromwell na série The Tudors - ah gente, ele é feio mas eu pegava ) .
Recomendo.

domingo, 10 de julho de 2011

Links legais da semana #2



  1. Idéias legais da Casa Mega 2011 que dá pra fazer em casa, ou vai me dizer que não adorou o pirulito de bolo e o açucar saborizado?! Dá até vontade de receber as amigas para um brunch ;-)
  2. Enjoado do walpaper do seu computador?! Que tal experimentar essas sugestões?
  3. Uma coisa que sinto falta é escrever e receber cartas. É uma delícia escolher o papel, caprichar na letra, mandar energia positiva, por isso amei esse tutorial de como fazer envelopes. Não é tudo de bom enviar (e receber) uma cartinha pra lá de personalisada?
  4. O Dia dos Namorados já passou, e o link não é tão novo, mas assino embaixo o que ela disse nesse post, de fato está faltando amor. Pra completar, um video fofo-fofo com a música  "A quoi ça ser l'amour?". Eu já vivi alguma daquelas cenas!
  5. Chico Buarque falando sobre comentários na internet, super divertido, ri junto com ele, aliás, que gargalhada gostosa a do Chico!

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Volta, mundo blogueiro!

Estava eu navegando por essa internet do meu santo google quando me deparei com uma campanha mega-ultra-super bacana. Não foi preciso clicar pensar duas vezes para  aderir: Volta, mundo blogueiro!



A campanha  foi criada pela Renata - a Mulher Vitrola - "com intuito de unir na internet blogueiros que possuem um antigo intuito na internet: compartilhar opiniões independentemente qual seja ou sobre o que seja, conhecer pessoas, etc."

Eu blog desde agosto de 2002 e dessa data pra cá muita coisa mudou. Alguns blogs fizeram muito sucesso e foram parar na mídia e o jeito de postar tornaram uma tendencia seguida por muitos, por outro lado, essa mesma mídia descobriu nos blogs uma ferramenta de publicidade altamente poderosa: sendo formadores de opiniões os blogueiros são capazes de lançar com sucesso no mercado qualquer produto que considerem bom (olha o exemplo da Big Universo) e todo esse "fenômeno" desnaturou muito a idéia do blog.

Hoje tem muito mais blog comercial, com apelo consumista, do que um blog que divulgue na rede as idéias, o dia-a-dia, o modo de vida do seu "dono". Claro que você falar de um produto que viu gostou comprou usou não tem nada demais,o problema é o apelo publicitário.
Eu dou daquelas que lê resenha de produtos em blogs para então comprar/testar e acho isso legal sim, mas o problema é quando esse estilo de postagem vira padrão.

Fico feliz quando vejo blogs que param de tentar seguir uma linha editorial e começam a expor "a cara do dono", mostrar não só os looks que eles gostam de vestir, não só os esmaltes que está usando (oi!) mas as opiniões, os sentimentos, o cotidiano. Acho que isso dá até mais credibilidade para as opiniões ali expressas, afinal são gente como a gente.

Cada um leva o blog como quiser, claro! E não estou aqui querendo criticar blog algum. Mas, assim como o pessoal do Volta, mundo blogueiro! espero "que algo aconteça... que blogs interessantes se encorajem de voltar à ativa, que as marcas não patrocinem quem engana seus consumidores, que vejam a importância e as vantagens que temos ao expor nossa opinião verdadeira."

Em 9 anos de blogosfera, com mudanças de url e hiatus super longos, conheci pessoas que fazem parte da minha vida mesmo morando em outras cidades, acompanho a vida delas, sei o que gostam, me dão força, choramos juntas e confio nas opiniões delas para qualquer produto que indiquem, é como uma conversa de amigas mas todas sempre contando seus dias, seus gostos, suas opiniões. Sendo gente.
Adoro blogs de moda e make, acho legal quem tem o dom de escrever sobre esse universo, mas fico feliz quando tomam decisões como a da Mia, que resolveu falar do estilo de vida dela aliando com que ela tanto gosta: moda. Outra que tem um blog temático e muito bom é a Lulu que escreve sobre o mundo das celebris de um jeito totalmente pessoal, adoro. Olha a Viihrs, fala de moda, make e trocentas outras coisas, lendo o blog dela já deixei de comprar muita coisa, já experimentei receita, já aproveitei uma super liquidação, enfim. Se elas indicarem uma marca de fio dental vou comprar para experimentar porque sei que ali tem a opinião pessoal delas.

Os blogs são instrumentos maravilhosos, pontes que nos levam até pessoas muito especiais. Atravessam o oceano, fazem a gente compartilhar segredos, dores, alegrias, vencer o medo (Karine tem pavor de avião que nem eu), compartilhar conquistas, renascer das cinzas.

Enfim, sei que esse assunto é polêmico, mas em resumo o que quero dizer é que sinto falta dos blogs menos comerciais, sem aquele apelo de consumo que faz a gente desejar comprar toda a coleção em uma semana e na outra já achar que está ultrapassado.
Adoro as amigas que fiz (e que continuo fazendo) através do blog, por isso é sempre bom encontrar na blogosfera, bloguinhos com essa carinha pessoal, com esse jeito tão particular de postar.

Quer aderir a campanha? Clica aqui e coloca o button no seu blog. (:



[EDIT]
  1. Tô melhor! A gripe está dando tregua, acho que semana que vem já posso me considerar curada! Eba!
  2. As janelas dos comentários agora abrem pop-up, do jeito que estava antes algumas pessoas estavam tendo problema para comentar e graças a Sabrina (oi!!) eu fiquei sabendo disso e mudei o formato dos comentários.
 [/EDIT] 

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Rapidinhas

Fiquei doente de novo, uma crise de sinusite+renite piorada por uma virose (se fosse um tipo penal diria que foi uma gripe com agravantes e qualificadoras. Pena: 5 dias de cama com o nariz inutilizável).
Dessa vez me senti jogada dentro daqueles processadores da Polishop. Estou um bagaço, com os lábios descascados e graças a nossa senhora do ChapStick, hoje parou de arder um pouco.
Mas enfim, chega de lamuriações, a descrição do meu estado morimbundo é só para contextualiza-los no meu dia.
Ai que, doente e com febre de 39 e meio, não trabalhei, não estudei (tanto quanto deveria), não paguei as contas, não sai com azamigas, não desmarquei a ginecologista.
Minha rotina nos ultimos dias se resumiu em fazer nebulização e ver TV, ler revistas e navegar na net.
Quer ver?


E sabe, eu não sei quem é que fala mal de ver TV porque é uma coisa legal demais! Acabei descobrindo que não pago a tv a cabo só para assistir filmes e seriados, tem uns e outros programas bem divertidos (e bizarros) na programação: Casamentos Espetaculares, Amantes de Vinho, Tudo em seu Lugar, Minha Casa Meu Estilo, Com Qem me Casei (super babado) e The Biography Channel que pra quem é chegada numa biografia é uma excelente pedida. Discovery Home & Health, te amo.
Que programas vocês gostam?


Lendo blogs por ai, descobri o cat-us uma ferramenta para blogs (olha a barrinha ai no rodapé do Rabiscos) que permite compartilhar com o (querido) leitor as atualizações das redes sociais que eu participo (Flickr, Weit, Facebook, Twitter, etc). Achei muito legal a funcionalidade dele (que não se resume a compartilhar redes sociais). Quer saber mais? A Claudinha Stocco explica.





Finalmente assinei a Cláudia (minha revista feminina do coração). E o mais legal é que o primeiro exemplar chegou uma semana depois que fiz a assinatura (pela internet) e mais de 10 dias antes do primeiro pagamento!
E junto com ela chegaram as contas do mês (ok, abstrai)


Criei um cadastro no BlogLovin depois que li esse post da Juli falando a respeito. Estou migrando os blogs que acompanho no Google Reader para lá.
Se quiser me acompanhar usando o BlogLovin, clica aqui.


Fiz as unhas e decidi passar o Maresia - ainda da leva de compras na Panvel.
Sinceramente?
O esmalte é ótimo: cobre bem, seca rápido, não mancha, não solta as tiras, mas não gostei da cor...Sei lá. Estava tão tristinha de estar doente de cama e talis que queria algo colorido e divertido, mas depois que passei achei tão estranho na minha mão. Mas continuo com ele, e só troco no final de semana.



Bem, depois de passar dias inteiros no pronto socorro da Unimed, eis que melhorei, ou pelo menos parei com a nebulização e já consigo respirar pelo nariz (os anjos cantam óóóóóóó).
Hoje voltei a minha rotina de estudos normal. Deitei o cabelo (como dizem os mineiros) e fiquei aqui cumprindo minha jornada programadas de estudo. Ainda tenho mais 2 horinhas complementares mais tarde, mas tá tranquilo.

Depois volto, como nossa programação normal.

terça-feira, 5 de julho de 2011

Sobre blog legal e planilha de horarios


Parece que estou levando a sério mesmo o desafio dos 30 dias.
Acredito que quando a gente quer algo, a gente atrai aquele algo e coisas relacionadas a ele. É uma energia, um imã natural, um poder nato do ser humano o tal "querer é poder" #OSegredofeelings. (falando nisso: "papai do céu me dê um namorado, lindo fiel, gentil e taradooo" #not)
Mas enfim, andando por essa blogosfera do meu santo Google, achei o blog fofo-lindo-cute-cute- e super-bacana da Juli, o april,84.com.
Do que ela fala lá?! Ah de tudo o que a gente adora: fotografia, decoração, desejos, inspirações, vida, dia-a-dia, coisas belas e gostosas.
E ai, navegando pelos arquivos achei esse post (óóóóóhhhhh): dicas maravilhosas de o-r-g-a-n-i-z-a-ç-ã-o (um resuminho nas palavras da Juli das dicas do Vida Organizada). Tudo muito simples e útil, fácil de aplicar no dia-a-dia, e acompanhadas de uma planilha cute ever !
Eu uso planilha também, aliás, na fase inicial do desafio foi a primeira coisa que fiz: organizei todos meus horários até com um certo exagero (definindo horarios de refeição, higiene, ver TV, ficar com a familia, fazer coisas do lar) e deu muito certo. Dinamizei meu dia e aproveite de forma mais produtiva meus horarios.
Minha planilha é essa aqui sugerida pelo guru dos concursos Willian Douglas, não é tão nem um pouco fofa como da Juli mas parte do mesmo princípio e tem o mesmo objetivo.
Claro que não foi fácil organizar e seguir a planilha (quem disse que ia ser?) mas no final, com determinação e persistencia, deu tudo certo.
O segredo para elaborar a sua planilha é, principalmente, saber o que tem que ser feito na semana e distribuir os horários de forma real, computando o tempo que você gasta para o deslocamento, por exemplo. É importante que na planilha haja os horários não só dos compromissos (trabalho, estudo) mas também as horas reservadas para o lazer, para a familia, para cuidar de sí, navegar na net, escrever no blog, etc. Cada pessoa, uma rotina, uma planilha. Seguir é desafiador, bate aquela vontade de "deixar pra segunda-feira", mas como um pouco de esforço você consegue se adaptar.

Organizar é sobretudo ter disciplina, porque senão você facilmente desiste.
Flexibilidade e disciplina e a partir daí esperar pelos resultados bons, eles virão.

Ah, visitem o april, 84.com, muitos posts legais por lá (e não só de organização viu?!)!

Imagem: Weheartit

domingo, 3 de julho de 2011

Links legais da semana

Há um tempo atrás eu indicava aqui no blog as coisas que havia visto durante a semana e que tinha gostado. 
A tag só rendeu dois posts que foram ao ar ano passado. Com o corre-corre e mil coisas acontecendo, a idéia (que continuo gostando) foi ficando para depois.
Ai que ao invés de selecionar as imagens, produtos ou qualquer coisa do gênero que eu houvesse gostado, resolvi separar os links que considerei mais legais na semana.
Assim, além de partilhar coisas legais, é uma ótima oportunidade de apresentar a vocês blogs/sites que talvez ainda não conheçam.

Au revoir

Imagem daqui