domingo, 12 de setembro de 2010

No divã

Tenho fases,
como a lua
Fases de andar escondida, 
fases de vir para a rua... 
Perdição da minha vida! 
Perdição da vida minha! 
Tenho fases de ser tua, 
tenho outras de ser sozinha. 
Clarice Lispector






Eu poderia dizer que meu micro sumiço se deu por pura falta de tempo, mas isso não é verdade, pelo menos não totalmente, afinal nada aconteceu de novo na minha rotina que me pudesse diminuir  o meu tempo já escasso...Definitivamente, há muito, as 24 horas do me dia parecem ser somente 4...Cadê o resto?
Então não foi falta de tempo, não mesmo...esse já me falta desde minhas lembranças mais remotas.
O fato é que minha cabeça andou meio lotada de coisas, idéias, reflexões, pendências, e uma dose ampliada de chateações...Como vir falar aqui de coisas legais se eu não estava legal?!
Não que eu andasse moribunda por aí...mas parece que meu animo havia se cansado e foi se retirar...O mau humor imperava e eu me vi, em alguns momentos, respirando fundo e contando até dez, por bobagens, tolices. Ou seja, tolerância zero... ninguém aguenta, nem eu.
Só que quando estou assim sempre me olho no espelho, bem de perto, e me pergunto: "O que há?" E minha resposta estava sendo: "O problema é que não há". De fato, quem espera sempre alcança, mas muitas vezes também cansa e eu ando cansada da luta diária...Alguém sente isso?? Remando contra a correnteza só para se exercitar? Meus músculos cansaram um pouco e eu me rendi há alguns dias de mal humor extremo fazendo força para não soltar o coice com quem não tem nada a ver com isso... 

O fato é que a gente tem uma tendência à sentir pena de sí mesmo,  acreditar no pior e a ficar em desesperança achando as nossas justificativas fortes demais para vencer com o desanimo. Bah! Não, isso não é pra mim...
E num momento de sobriedade, com  céu lindo e um dia novo, resolvi ser feliz de novo, só pra contrariar...afinal quanto mais a gente se entrega à desesperança e ao cansaço mais as coisas boas demoram a acontecer e a realização dos sonhos fica mais longe.
Esse blá blá blá de tô cansada, óh mundo cruel, ninguém me ama ninguém me quer, fica com cara de auto-sabotagem e isso é o fim da picada.
Além disso, o mal humor é com um diabinho que assopra no seu ouvido  te fazendo lembrar de todos os sapos engolidos e injustiças vividas e de repente você se pega vomitando coisas engasgadas à um zilhão de anos. Pra que? É em vão, o que passou passou e novas situações chatas só vão aumentar a coleção de lembranças ruins. Not!
Ai junta tudo, sapos engolidos, planos frustrados, cansaço pela rotina de dedicação e rigida disciplina e BUM...Não há Polyanna que aguente...
Mas como só há tempo de se feliz...o melhor a fazer é dormir um tiquim, cantar uma música animada com toda força dos pulmões, fazer uma máscara de beaty, assistir algo legal e despretencioso e lembrar que basta ser sincero e desejar profundo, e você será capaz de sacudir o mundo, tente outra vez...
Pronto..fiquei eu mesma de novo. Sem saltitações, mas sabendo equilibrar a vida na boa, tentando guardar no coração só a parte boa de tudo, minimizar as coisas ruins, aprender lições sem mágoas e gostar de mim do jeitinho que eu sou: complicada e perfeitinha. :-) Mulher de fases...
Fácil fácil não é, mas também ninguém disse que ai ser. 

5 comentários:

Karine disse...

Caramba, Carol! Você deve estar malzona mesmo, hein?!
Sabe o que eu faço quando estou me sentindo assim? Tento, mesmo desanimada, fazer coisas interessantes, tipo: ver minhas amigas, conversar com mami, ver algo idiota na tv e rir muito com isso, cantar bem alto, me dou de presente uma roupa bonita, leio um livro que quero muito... me mimo um pouquinho quando estou insastifeita. Acho que você merece também.
Força aí. E espero que seja só um vento leve tudo isso!
Mil beijos

Micha Descontrolada disse...

eita...
é complicado mesmo administrar o tempo e a vida...
vou vivendo e tentando aprender...aff :/

/(,")\\
./_\\. Beijossssssssss
_| |_................

subindonosalto.com disse...

Tem dias que eu também não me aguento ;x Geralmente nos dias da TPM, anyway ... hahaha!
Passa e somos felizes de novo \o/ =D

=*

Alice Voll disse...

mas é isso mesmo, somos humanos, temos direito de ficar down e de cara, mas asim como vc fez, por tempo limitado!
é o verdadeiro levanta, sacode a poeira e dá volta por cima!

Endry disse...

Ontem mesmo li este trecho da Clarice, que tanto amo...
A verdade é todos temos nossos momentos, como costumo chamar, monstrengos. Mas é preciso ultrapassá-los.
Fico feliz sabendo que está melhor, nada como um novo diiia! *-*
Estava com saudades de visitar o teu cantinho... :)

beijinhos :*