segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Filmesssss...

Andei assistindo a um bocado de filmes na semana passada, cortei uns da minha lista de "quero ver" e aproveitei também para dar um pulinho no cinema.
Em geral gosto de fazer o post falando sobre um filme apenas, mas vi tantos que resolvi falar logo de todos eles e aproveitar para deixar dicas para quem quer ir ao cinema ou alugar.
Vamos aos vistos??

Amor a Toda Prova (no cinema)
Sinopse: Cal Weaver (Steve Carell) tem quarenta e poucos anos e leva uma vida perfeita, com um bom emprego, filhos e um casamento com a namorada do colégio, Emily (Julianne Moore). Até que, ao descobrir que Emily o está traindo e quer o divórcio, sua vida desaba por completo. Forçado a voltar ao mundo dos solteiros, ele enfrenta as dificuldades habituais de quem não sabe mais como se portar para se aproximar de uma mulher. É quando entra em cena Jacob Palmer (Ryan Gosling), um amigo que passa a lhe dar algumas dicas. (Adoro Cinema)
O que eu achei: Esse é um daqueles filmes que me levam ao cinema unica e exclusivamente por causa do elenco. Não me importei em saber da sinopse e me joguei para dentro da sala de exibição esperando qualquer coisa. Não sei se vocês sabem mas eu simplesmente amo Steve Carell e aquela cara dele de bom moço tímido. Eu me diverti um monte, não por se tratar de uma comédia pastelão, aliás o filme nem é comédia pastelão e sim um romance com uma pegada dramática; mas sim por ver familiaridade em muitas cenas. Cal Weaver estava naquela fase da vida onde a pessoa estaciona na zona de conforto e acha que está tudo bem, que o que foi conquistado já tá seguro e basta seguir em frente. Mas ai a vida (na verdade sua mulher) lhe puxa o tapete e ele é obrigado a se redescobrir, a mudar de hábitos, de padrões. Mostra também a lábia masculina que faz com que a gente caia na rede de muito homem cafajeste. O filme é uma delicia e se você assistir e achar ruim, garanto que não terá perdido nada, afinal pelo menos o abdomen de photoshop de Ryan Gosling (oi, casa comigo?) vale a ida ao cinema.

Quando em Roma (na TV paga)
 Sinopse: O filme conta a história de Beth (Kristen Bell), uma curadora de arte workaholic e solteirona, que descobre que sua irmã mais nova vai se casar com um cara que conheceu a pouquíssimo tempo. A cerimônia será em Roma e Beth é a madrinha, apesar de acreditar que a irmã está cometendo um grande erro.Após a hilária e desastrosa festa de casamento, Beth se embebeda na famosa Fontana di Trevi, aquela em que as pessoas jogam moedinhas na esperança de encontrar um grande amor, e acaba pegando algumas moedas da fonte. Depois que ela volta para Nova York, começa a ser perseguida por vários homens loucamente apaixonados por ela. (Filmow)
O que eu achei: Vi Kristen Bell no elenco e pensei "deve ser bonitinho", parei no sofá e não é que gostei do que vi?! É um filme bem bobo, do tipo comédia romantica que a gente assiste só para ser feliz e nada mais. Um pouco "autobiográfico" já que a mocinha do filme é tão discrente do amor que quase perde a sua "cara metade" pelo simples fato de não conseguir acreditar de que o sentimento que os envolvia era real. A cena do casamento garanta boas gargalhadas, mas confesso que os vários homens que a perseguem são tão chatos tão chatos que quase comprometem o filme inteiro.

 
Professora Sem Classe (no cinema)
Sinopse: Elizabeth Halsey (Cameron Diaz) trabalha como professora, mas não vê a hora de deixar a função. Seus planos vão por água abaixo quando seu noivo termina o relacionamento, acusando-a de gastar demais. Como resultado, ela é obrigada a voltar à escola em que trabalhava para um novo ano letivo. Elizabeth não está interessada em ensinar os alunos e pouco se importa com as tentativas de integrar os professores capitaneada pelo diretor Wally (John Michael Higgins) e a professora Amy (Lucy Punch). Ela sonha em encontrar um homem que a sustente e, para tanto, decide fazer uma operação para aumentar os seios, por acreditar que, desta forma, será mais atraente. Sem dinheiro, ela começa a dar pequenos golpes envolvendo alunos e professores, para que possa atingir sua meta. (Adoro Cinema)
O que eu achei: Fiquei me perguntando o que estava fazendo ali no cinema. Que filme ruim. Não é engraçado, não é divertido, não tem história boa, nem trilha sonora, nem ator bonito, nem nada! Arrisco-me a afirmar que foi o pior filme que Cameron Diaz fez. Entediante.

 
Trair e Comças é só Começar (na TV paga)
Sinopse: Num condomínio de classe média alta, uma confusa e intrometida empregada, Olímpia (Adriana Esteves), sempre considerou seus patrões, Inês (Bianca Byington), uma arquiteta, e Eduardo (Cássio Gabus Mendes), um médico, o casal mais perfeito e apaixonado do mundo. Eles estão prestes a completar 15 anos de casados, o que faz com que Olímpia e Inês preparem uma surpresa a Eduardo, que está retornando de um congresso em Brasília. Porém Olímpia erroneamente supõe que Eduardo esteja traindo a esposa com Salete (Lívia Rossy), uma dançarina que Eduardo conheceu na viagem de volta. Logo ele começa a pensar que Inês está tendo um caso com Cláudio (Otávio Muller), o síndico do prédio. Cristiano (Mário Schoemberger) e Lígia (Mônica Martelli), que também são casados e se amam, são também vítimas de interpretações erradas, que causam ainda mais confusões. Em pouco tempo mais pessoas são envolvidas e o prédio vira um pandemônio. (Adoro Cinema)
 O que eu achei: Meu irmão viu, gostou, recomendou e lá fui eu assistir. O que posso dizer? Adriana Esteves faz bem o papel de empregada, alias é bem possível você reconhecer na Olímpia alguma "secretaáia do lar" que tenha passado pela sua casa. Ela arruma tanta confusão que você acaba querendo saber onde vai parar. É uma comédia leve e engraçada mas bem exagerada. Na verdade uma caracturização de várias situações que você pode passar com sua doméstica.

 
Água para Elefantes (em DVD)
Sinopse: Jacob Jankowski (Hal Holbrook) já passou dos 90 anos e não consegue esquecer seus momentos da juventude nos anos 30, período difícil da economia americana, que o levou a trabalhar num circo. Foi lá, enquanto era jovem (Robert Pattinson) e um ex estudante de Veterinária, que ele conheceu a brutalidade dos homens com seus pares e também com os animais, mas encontrou a mulher por quem se apaixonou. Marlena (Reese Whiterspoon) era a Encantora dos Cavalos, a principal atração e esposa do dono do circo: August (Christoph Waltz) um homem carismático, mas extremamente perigoso quando suas duas paixões estavam em jogo.  (Adoro Cinema)
 O que eu achei: Li o livro (falei dele aqui) e fiquei com muita vontade de assistir a adaptação feita para o cinema. Não vou cair no clichê de afirmar que o livro é melhor que o filme porque, vamos combinar, salvo com raríssimas exceções, essa assertiva é sempre verdadeira. Gostei do filme, acho que ele traduz bem o espírito do livro. Claro que várias passagens ficaram de fora, que podia ser mais denso, enfim. Mas o fato é que quem não leu pode ter uma amostrinha gostosa e bem feita do que se trata. Ah, e só para fazer justiça digo: Robert Pattinson me convenceu como Jacob Janskowski, estava com "medo" do que ele ia fazer com o personagem, mas ele se saiu bem...até esqueci que ele era o pirilampo vampiro da saga Crepúsculo.

 
127  Horas (em DVD)
Sinopse: Em maio de 2003, o alpinista Aron Ralston (James Franco) fazia mais uma escalada nas montanhas de Utah, Estados Unidos, quando acabou ficando com seu braço preso em uma fenda. Sua luta pela sobrevivência durante mais de cinco dias (durou 127 horas) foi marcada por memórias e momentos de muita tensão. (Adoro Cinema)
O que eu achei: Fiquei boquiaberta me sentindo uma poerinha no mar salgado. Quando o filme acabou e repetia para eu mesma: "foi um fato real!" Eu, no lugar de Aron Ralston, teria virado um fóssil, me desidratado de tanto chorar, nem quero pensar. O que ele passou foi um terror onde teve que lutar contra sí próprio para manter o autocontrole. Filme maravilhoso que dá um tapa na cara e mostra pra gente o que é vontade de viver. Ah, e para os super independentes fica a dica: todo mundo precisa de todo mundo. ;-)
 

De Pernas Pro Ar (em DVD)
Sinopse: Alice (Ingrid Guimarães) já passou dos 30, é casada com João (Bruno Garcia), tem um filho e é uma executiva bem sucedida. Na verdade, ela é uma típica workaholic, que tenta se equilibrar entre a rotina de trabalho e a família, mas perde o emprego e o marido no mesmo dia. É quando ela passa a contar com a ajuda da vizinha Marcela (Maria Paula) para mostrar que é possível ser uma profissional de sucesso sem deixar os prazeres da vida de lado. Para isso, Alice vira sócia da nova amiga em um sex shop falido, enquanto Marcela ajuda ela a descobrir os prazeres dos sex toys. (Adoro Cinema)
O que eu achei: Na época do lançamento desse filme, a divulgação foi tanta que eu estava em polvorosa para assistir. Além disso tinha Ingrid Guimarães como protagonista, não tinha como ser ruim. Ai..mas é ruim sim. O filme é chato chato chatooooo...Primeiro porque abusa das piadas rasgadas com sexo e fica forçado, segundo que passa a mensagem que mulher realizada é mulher bem comida (pronto falei), enfim...eu estava quase desistindo mas continuei firme e vi até o final...Posso dizer: o final salva. Levantei do sofá dizendo "até que não é tão ruim assim". De qualquer jeito, não recomendo. Esperava que fosse algo bem divertido, mas ri pouco (na verdade a cena da montanha russa é sim engraçada) e me deu sono. Me passou a sensação de que a idéia era boa, mas não souberam executar.

Gente, eu estou no Filmow, quem ainda não me adicionou e quiser me adicionar, clica aqui!

6 comentários:

Vanessa disse...

Eu tô doida pra ver o "Água para Elefantes" e o "127 Horas". O segundo eu tenho no PC mas não deu tempo de assistir ainda...
Beijinhos

Danniele disse...

Já assisti a maioria desses filmes *-* Amoo comédias românticas ♥ Mas ainda não assisti "amor a toda prova" ): Tenho que assistir urgentemente, sou fã do Ryan Gosling!

Beijos :*

Bruna disse...

ahh quantos filmes legais!
aqui não tem cinema sabe (eita interiorrrrr), mas nem reparei nesses que passaram na TV paga... como assim? perdi uns filmes muito bons!

e quanto à água para elefantes, morro de vontade de ler o livro e ver o filme pra depois fazer o bom e velho comparativo..hehe

megaa bjoo
;**

subindonosalto.com disse...

Ai Carol, como me identifico com seus posts! Quando li você dizendo que foi ao cinema sem ler sinopse e sem nada, só pelo elenco, respirei aliviada. Pensei que eu fosse meio aloka! UAHUAHUAHUA Estou louca para assistir "Amor a Toda Prova" e queria muito ver "Professora Sem Classe", mas agora fiquei em dúvida :S "127 Horas", incrível, e "Quando em Roma", eu gostei ... na verdade eu gosto de comédias românticas bobinhas! UAHUAHUAHUa

;*
@viihrs
@SubindoNoSalto
subindonosalto.com

Lulu on the sky disse...

Carolzinha, da listinha de filmes só vi o Trair e Coçar no cinema. Vou te adicionar lá no Filmow.
Big Beijos

Endry disse...

Floor, que tantos filmes! Sabe que faz um tempinho que não assisto filmes?! Acho que é o tempo curto e os seriados... Acaba sendo mais fácil ver um episódio do que um filme inteiro quando se tem tanta coisa :/
Quero muito ver "Água para elefantes", assim como ler o livro. Eu queria ver "Professora sem classe", mas desisti com teu comentário. Preciso de filmes bons :)

Beijinhos, doce quinta! :*

PS: Muuuito obrigada, querida, pelos comentários cheeeios de carinho, nhaaa *Ü* Tu é uma fofa <3
Ah, aproveita a promo do Avon mesmo, parece que ainda tá nessa campanha ;)
Ai, guria, minha lista do skoob eu atualizo e atualizo e sempre falta, hihi, tantos desejos *-*
Tu ainda vai me matar do coração de tanta fofura, né?! Nem acredito, mais um filhotinho, oooin, fofa, fofa, fofa! *aperta*