quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Não me faça promessas...



Eu não quero te ver
Nem quero acreditar
Que vai ser diferente
Que tudo mudou...


Hoje, nos altos dos meus 30 e pouquinhos anos, acho que a melhor forma de dar uma notícia, principalmente as ruins, é falar de uma vez. É como puxar o esparadrapo da boca, no inicio arde um pouco, depois vai aliviando.
Então, é dessa forma que eu decidi compartilhar com minhas amigas daqui do blog um acontecimento bem lamentável da minha vida pessoal: meu namoro de 4 anos acabou. morreu. foi pro saco. fim.
Se tá doendo?
Tá sim.
Mas não tanto quanto eu imaginava que fosse doer.
A dor é mais uma lamentação do que uma dor propriamente dita. É apenas uma tristeza por ver algo se acabar, é de repente ver que toda a parte negativa da coisa superou os momentos bons.
Foi uma morte lenta e dolorida.
E apesar de não ter desejado que as coisas terminassem assim, terminou e eu estou bem, achando que foi a melhor coisa que eu podia ter feito, que foi a decisão acertada, num momento perfeito, como se tudo tivesse conspirado para isso.
O mundo conspira a meu (a seu, a nosso) favor.
Cheguei num momento em que eu me olhava no espelho do banheiro e pensava: eu não mereço isso, minha mãe não me criou pra isso, e eu não estou feliz.
Terminar um relacionamento é algo difícil, ainda mais um relacionamento longo. A tendência é a gente se acomodar, se agarrar em falsas esperanças, acreditar que coisas podem mudar pra melhor, mas não mudam.
O amor são mais que palavras. E palavras, não bastam.
Agora, que meu ciclo fechou, começa uma nova época. E eu vou ser feliz.
Aceito que não deu certo, me despeço das lembranças, não guardo mágoas...mas tem uma unica pessoa nesse mundo que eu preciso amar mais que tudo, incondicionalmente, que eu preciso cuidar e que eu tenho a obrigação de garantir a felicidade, e essa pessoa sou eu mesma.
A música que mais traduz tudo o que aconteceu é Meu Erro, do Paralamas...e quando eu escuto, eu sorrio sim, porque apesar de doer essa dor vira poesia que traduz com perfeição tudo o que eu vivi.

8 comentários:

Lu Barreto disse...

Todo fim de relacionamento com certeza não é nada fácil.
Mas se isso foi preciso pra vc voltar a ser feliz plenamente, quando essa dor passar, tudo ficará melhor.
Que seja um começo de uma nova vida cheia de alegrias, torço por vc, bjs.

Micha Descontrolada disse...

eita..mas q bom q está bem, na medida do possível.
o texto do meu post combina com vc tb, entaõ...

boa sorte aí, se ame mto mesmo.
se cuida, hein?

/(,")\\
./_\\. Beijossssssssss
_| |_................

Karine disse...

Carol, Carolzinha, minha querida amiga virtual: em primeiro lugar, dou-lhe mil "gracias" por se sentir à vontade em compartilhar o seu momento com todos nós. Sinto-me honrada por isso.
Bem, te falo uma coisa: se você o fez porque se continuasse näo ia ser feliz ou mais infeliz do que já estava, fez bem em seguir sozinha. Amor näo é sofrimento. E se você você näo estava feliz...

Te mando um abraço muito forte, muito mesmo! Às vezes, temos que tomar decisöes muito duras para ver a vida mais rosa. E acredito que você näo errou na sua escolha. É uma dorzinha chata, insistente até. Mas, com certeza, passa.

Um beijo da sua amiga virtual que te quer muito bem.

mandy disse...

CArol, nem sei o que escrever, mas acho que o melhor é vc estar se sentindo bem. Se vc esta bem com vc mesma, com as suas convicções e acredita que fez a coisa certa, é o mais importante. Não possi imaginar essa dor pq nunca passei por isso, mas espero que passe logo e que vc seja feliz.
bjus

subindonosalto.com disse...

Nossa Carol, super me identifiquei com seu post. Também terminei um relacionamento longo [3 anos!] há pouquíssimo tempo e penso exatamente como você.

Devemos nos amar antes de tudo e não levar o relacionamento "nas coxas", empurrar com a barriga, pelo fato de já estarmos acomodadas. Não faz bem pra gente e nem pro parceiro, né?

No início dói, a gente sente falta e tal, mas logo percebemos que assim é o melhor pra gente. :D Além do que, as vezes dói mais estando "junto separado", do que separado de verdade.

Fico feliz que você esteja bem!

Super beijo :*

@viihrs
@SubindoNoSalto
http://subindonosalto.com

:*

@viihrs
@SubindoNoSalto
http://subindonosalto.com

Marcela Thiemi disse...

Carol, espero que vc esteja bem apesar de tudo!
Acho que esse momento é mto dificil e vc tem que ser forte, pq acho que as coisas que vc lembra nesse momento é de tudo que passou... seja bom ou ruim.
Se precisar de alguém pra desabafar, pra falar abobrinha ou pra sair, comer alguma coisa, olhar coisas e esvaziar a cabeça, estou aqui!
E aquela proposta ainda tá de pé, ta?

Bjos!

Cih_colorex disse...

Choquei mas estou aliviada de ver você assim, firme e forte. Cabeça erguida e bola para frente, Carolzinha! Se precisar de nós... estamos aqui! Além de blogueiras, somos amigas, né!? Kiss

Carol disse...

Oie tudo bem miga?
Miga nossa que pena né =( mas ainda bem que vc está de kbça erguida e que está bem, confie em Deus miga que tudo vai ficar melhor ainda, um dia a pessoa certa irá aparecer p/ vc e aí vcs irão ser felizes p/ sempre, sei disso pq já passei várias vezes o que vc está passando e no começo dói mesmo mas depois vc vai superando =) força aí miga! se precisar estou aqui =)
Ah! miga sobre o seu kit craft eu não esqueci não viu =) estou quase conseguindo o dindin p/ poder enviá-lo p/ vc ok? a vida aqui tá complicada mas agora as coisas estão entrando no eixo =)
Bjs miga!